Câmara de Vereadores de Mâncio Lima cobra melhorias em serviços básicos

por Jose Wytelon Rodrigues de Oliveira publicado 16/01/2018 19h19, última modificação 16/01/2018 19h19
Em sua primeira agenda do ano de 2018 na capital do Acre, o vereador Rogério Morais (Pros), que representa os demais vereadores de Mâncio Lima, visitou esta semana diversos órgãos públicos estaduais no intuito de levar melhorias para a população do município.

ENERGIA ELÉTRICA
Um dos grandes problemas que os manciolimenses estão enfrentando atualmente é a falta de energia elétrica durante a maior parte do dia e da noite, por conta de um incêndio ocorrido no início do mês na distribuidora de energia Guascor, que tem sua sede no município de Cruzeiro do Sul, e que abastece os usuários de Mâncio Lima e de outras cidades do Vale do Juruá.

Em conversa com o diretor presidente da Eletrobrás/Acre, Ricardo Alexandre, foi dito ao vereador Rogério, que por conta do incêndio, das 33 máquinas que levam energia para os consumidores, apenas 17 estão em funcionamento, por isso o motivo do rodízio de energia na região.

Segundo o diretor, sábado é o dia em que o serviço será restabelecido por completo. “Outras máquinas já foram alugadas de outro Estado brasileiro e já chegaram à cidade de Cruzeiro do Sul. Muito embora o incêndio tenha ocorrido no prédio da Guascor (produtora de energia) a Eletrobrás está envolvida na resolução do problema”, disse o diretor.

ABASTECIMENTO DE ÁGUA
Outro órgão público visitado pelo representante do legislativo foi o DEPASA. Conforme explica o vereador, “ocorreu um dano no motor do reservatório principal, e isso fez com que os moradores sofressem com a ausência de água em diversos bairros de Mâncio Lima”.

Minutos após o vereador protocolar um ofício na sede do Depasa, solicitando melhorias na rede de água, o dirigente do órgão em Mâncio Lima disse ao vereador que o motor já teria sido consertado, e que ainda hoje a distribuição de água voltaria ao normal em todos os bairros.

IDENTIDADES
Na tarde desta terça-feira, 09, Rogério visitou o setor de identificação da Polícia Civil do Acre, e em conversa com o diretor do órgão, Sandro Rodrigues, foi assegurado ao parlamentar que as entregas das identidades serão aceleradas a partir de agora.

Antes as carteiras de identidade levavam em torno de seis meses desde a solicitação até a entrega ao cidadão. “Agora, com o investimento feito pelo governo do Estado na ordem de R$ 8 milhões de reais, em 72 horas o cidadão da capital poderá receber a identidade. Nos municípios, o prazo máximo é de dez dias”, disse Sandro Rodrigues.

Fonte: Ascom/Cmml

Adicionar Comentário

Você pode adicionar um comentário preenchendo o formulário a seguir. Campo de texto simples.